Destaques
....Em atualização

Leixões derrotado na Feira

O Feirense venceu, esta tarde, o Leixões SC pela margem mínima de 2-1 no Estádio Marcolino de Castro que contou com bastantes adeptos da equipa vinda de Matosinhos.
Em Santa Maria da Feira, a turma da casa adiantou-se no marcador ainda na primeira parte, aos 23', com Porcellis a ser o autor do golo. A partir daí o Leixões SC reagiu às adversidades do encontro e foi, de uma ou outra forma, tentando dar a volta ao rumo dos acontecimentos.
Com a segunda parte já a decorrer o Leixões reduz e volta a empatar a partida num lance em que Zé Pedro coloca a bola dentro da baliza de Márcio Paiva com este ainda a tocar na bola antes da mesma entrar.
Com o encontro empatado, Sténio voltou a colocar a equipa da casa em vantagem numa jogada em que Jorge Baptista ainda defendeu a primeira bola quando estavam feitos 75 minutos de jogo..
A perder, Ruben Saldanha dispôs de duas ocasiões para poder voltar a colocar o empate no jogo: aos 83' a bola acaba por sair ao lado do poste direito da baliza do Feirense e, pouco depois, aos 86', a bola acabou nas mãos do guarda-redes do Feirense.
Pouco mais havia de existir e a segunda derrota consecutiva para a equipa orientada por Pedro Correia na Liga 2 Cabovisão antes do encontro diante do CD Chaves marcado para o próximo dia 29 de dezembro tal como o blog Leixões já havia noticiado AQUI.

Estádio Marcolino de Castro, Santa Maria da Feira
Árbitro: Jorge Tavares

Leixões: Jorge Baptista, Zé Pedro (Novais), Huguinho, Ruben Saldanha, Moreira (Grafite), Cadinha, Anderson, Materazzi, Rui Coentrão (Fábio Zola), Mailo e Oto'o.

Conferência de Imprensa
"Não entramos como queríamos. Temos de aprender que os jogos começam a partir do minuto um e a atitude tem que ser a partir daí. Quando temos que correr atrás o adversário já está conforme pretenderia.Acabámos a primeira parte a ter oportunidades em cima da linha de golo. Não podemos ter uma atitude pós golo e outra antes do mesmo. Não podemos modificar os comportamentos independentemente do adversário e condições. Hoje não tivemos. O adversário foi nos primeiros 25 minutos foi superior ao Leixões. Conseguimos materializar o ascendente que viemos a ter mas não chegou. Voltaram, numa situação de perigo, a marcar. Tivemos uma ou outra situação e não as materializamos. Temos que analisar que não podemos em momento algum iniciar o jogo com a atitude que iniciamos. Não assumimos o jogo com ou sem bola. Sabemos fazer isso e hoje não o fizemos. A mensagem é de trabalhar durante a semana para ganhar o jogo. Não há outra cultura. Dadas as condições em que foi criada a equipa todos os anos temos que iniciar a construção da equipa. Vamos tendo variações ao longo do tempo. Estamos a atingir isso. Não nos damos por contentes por ter os 32 pontos que temos. É-nos totalmente indiferente. No próximo domingo queremos ter mais três pontos e hoje queríamos mais três pontos e não tivemos. Devíamos ter dado um pouco mais de nós. Em relação aos adeptos quero agradecer o apoio que nos dão ao longo do país, são exigentes mas têm-nos apoiado de forma afincada. A todos aqueles que apoiam incondicionalmente a equipa dedico tudo isso."
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment