Destaques
....Em atualização

Pedro Correia "Continuam a faltar 20 pontos"

É já no domingo que o Leixões recebe o Atlético que na primeira volta venceu o conjunto matosinhense em Lisboa. A dificuldade para o conjunto de Pedro Correia prevê-se grandes dificuldades mas refere que a equipa está bem estudada. Aborda ainda o tema das convocatórias das equipas "B" que alinham com jogadores que não fazem parte do plantel...

LSC – Começámos da melhor forma a segunda volta do campeonato. Agora vamos iniciar o ano de 2013 com jogos em casa. É para somar a segunda vitória consecutiva? 
Pedro Correia – O nosso objectivo passa sempre por vencer, por isso sim a ideia é somar a segunda vitória consecutiva. Vamos actuar em casa, onde temos sido fortes e queremos continuar a ser. Frente ao Atlético, a ideia é conquistar mais três pontos para nos aproximarmos mais da nossa meta primordial da época. O jogo da Madeira foi muito bom mas já passou. Continuam a faltar 20 pontos para ficarmos tranquilos. Este é outro jogo e temos de manter a concentração absoluta para não sermos surpreendidos. 

Temos "contas" a ajustar com o Atlético, pois perdemos lá na primeira volta. O que espera do jogo de domingo? 
Espero muita dificuldade, como é hábito, mas poucas surpresas. Conhecemos bem o Atlético e sabemos bem qual a sua forma de jogar. Nos últimos tempos, tem-se falado em muitas dificuldades e muitos problemas, mas o certo é que têm alternativas válidas no plantel e continuam a ser uma equipa extremamente difícil, até porque têm jogadores com muita experiência no grupo. Actuam por norma num bloco baixo, com muita gente atrás da linha da bola e a tentar a saída rápida para o ataque. Sabemos bem que é assim e temos trabalhado a forma de contrariar essa estratégia. Aliás, a maioria das equipas que vêm a Matosinhos actua dessa forma. Não contribuem muito para o espectáculo e ficam contentes se conquistarem um ponto. A nós cabe-nos descortinar soluções para dar a volta a essa situação. 

No Funchal mostrou algum desagrado pelo facto de, por vezes, como foi o caso, não saber que jogadores vão ser utilizados pelo adversário. Quer concretizar melhor a ideia?
O Marítimo fez uma coisa que vem sendo habitual, em especial nas equipas B. O Marítimo divulgou uma nota oficial no seu site, não uma convocatória, em que dizia que, e passo a citar, o técnico "decidiu convocar todos os atletas disponíveis no plantel da nossa equipa B, tendo em vista a recepção amanhã do Leixões". Ora que eu saiba, por exemplo, o João Guilherme, o Semedo ou o Gonçalo Abreu não são do plantel B. Mas foram titulares contra nós! Já não é a primeira vez que isto nos acontece. Por isso é que eu disse, no final do jogo, ser necessário rever algumas regras, porque, mantendo-se tudo como está, algumas equipas tem à sua disposição mais de 50 jogadores, quando outras não podem utilizar mais de 35 jogadores numa única época. A entrada das equipas B na Segunda Liga foi e é positiva, mas o que peço à Liga é que defina regras iguais para todos e que não desvirtuem a competição. O Leixões pauta-se por uma política de transparência. Após o último treino da semana divulgamos a convocatória e até divulgamos quem está indisponível, seja por lesão seja por castigo. Não faz como muitos, que divulgam convocatórias (alguns nem isso fazem…) e depois as alteram no dia do jogo. Há inclusive casos de recuperações fantásticas de jogadores que "passam" toda a semana lesionados e depois estão aptos no dia do jogo. Tenho conversado com o departamento de comunicação do Leixões sobre este assunto e, se calhar, vamos ter de rever algumas formas de actuação. Tenho pena que assim seja, mas se a isso formos obrigados assim será.
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment