Destaques
....Em atualização

Apagou-se a chama do Jamor

Terminou hoje de tarde o sonho de voltar ao Estádio do Jamor já nesta temporada. Diante do europeu e primodivisionário Estoril Praia, o Leixões SC não foi feliz e saiu derrotado da prova que já venceu na temporada 1960/61 e foi finalista vencido na época 2001/02. 
O resultado começou a ser construído aos 11 minutos de jogo tendo a vantagem sido ampliada aos 24', 28' e 30', sempre pelo mesmo homem: Bruno Lopes. 
A eficácia e superioridade dos da Linha de Cascais foi evidente e mostra bem o atual momento da equipa orientada por Marco Silva (ocupa o 4.º lugar na Liga Zon Sagres). 
A remar contra a maré o Leixões SC não baixa os braços e mesmo depois de 45' onde o domínio pertenceu aos amarelos, a segunda metade foi mais equilibrada. Mailo ainda apontou o tento de honra de cabeça mas já depois dos 90' o Estoril viria a fechar o resultado em 5-1. 
Temos de dar, no entanto, os parabéns aos Homens de Pedro Correia que chegaram aqui com todo o mérito, trabalho e dedicação, está a fazer um campeonato tranquilo na Liga2 Cabovisão e começa a meio da semana mais uma fase da Taça da Liga, sempre por mérito próprio. 
Quarta-feira, dia 8 de janeiro, pelas 19h00, temos o primeiro dos embates desta fase da Taça da Liga com uma deslocação a Barcelos para defrontar o Gil Vicente.

Estádio do Mar, Matosinhos
Árbitro: Carlos Xistra

Leixões SC: Chastre, Nuno Silva, Ruben Saldanha (Rui Cardoso), Moreira (Grafite), Cadinha, Anderson, Materazzi, Talles, Tiago Lenho (Mailo), João Pedro, Oto'o
Treinador: Pedro Correia

Conferência de Imprensa
"Na primeira parte o Estoril faz cinco remates, desses cinco remates 4 golos. É óbvio que nos apagamos de um momento para o outro. Acaba por merecer a passagem à próxima eliminatória. Nós não estivemos ao nosso nível para a decisão do jogo. Não deixa de ter sido um percurso bonito. Tínhamos pensado o jogo de forma diferente. Fizemos uma segunda parte em que, apesar do orgulho ferido, tivemos dignidade. Ficámos tristes por não termos levado a cabo por aquilo que fomos levando. Somos uma das equipas com mais jogos disputados. Não é a intensidade de jogo que temos na Liga2 Cabovisão. Existem oscilações a nível da concentração. Com toda esta densidade de jogos existem variações. Estamos prontos para assumir as próximas batalhas. Não podemos elevar demasiado as expetativas. Em relação ao mercado está sempre aberto para qualquer equipa. Temos reforços que são aqueles que vieram de lesões. Mais do que reforços queremos que o coletivo esteja melhor."
Pedro Correia, treinador do Leixões SC
"Queríamos muito chegar aos quartos de final. Confiamos em todos os atletas. Inteiramente justo o resultado. A nossa humildade esteve sempre presentes. Fomos uma equipa briosa. Os jogadores estão de parabéns. Um jogo em que na primeira parte fomos eficazes e a vitória não deixa dúvidas a ninguém. Parabéns aos jogadores."
Marco Silva, treinador do Estoril
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment