Destaques
....Em atualização

Participação nos campeonatos profissionais era uma das exigências do investidor

Ter a equipa a disputar o campeonato profissional era uma das exigências do empresário asiático que pretende investir no Leixões. 
Sem ser o principal mediador (é o seu filho, Tiago Calisto, que tem gerido as negociações entre o empresário vietnamita e a SAD do Leixões), Henrique Calisto está inteirado do que se vai passando – o provável investidor é amigo da família – mas não adianta o seu nome, garantindo, apenas, que não é o “seu ex-patrão” no Vietname. Paixão Henrique Calisto está a ajudar o clube do coração a salvar-se do abismo A auditoria às contas do clube agradaram sobremaneira ao futuro i nvestidor, pela transparência e verdade como foram apresentadas, valendo a inscrição na Liga. Com as duas principais condições alcançadas, o coração de um verdadeiro matosinhense e leixonense teve peso na ação desenvolvida por Calisto. “É evidente que o coração pesou na ajuda que estou a dar ao clube, mas não se pode falar de um processo fechado, pois ainda há muitos detalhes por tratar e nada garante que se chegue a bom porto ”, avisou. 
Calisto vaticina um Leixões muito diferente no futuro. “Com o investimento que poderá vir a ser feito, as alterações no clube serão inevitáveis. Poderemos vir a ter um Leixões distinto, quase novo. Mas para que o processo tenha a evolução desejada, tem de haver ajustes sociais do concelho e as forças vivas da cidade têm de estar unidas ao clube. Um novo Leixões só funcionará se houver entusiasmo e empatia entre os matosinhenses e o deixou o aviso. Henrique Calisto vai voltar a trabalhar no Vietname, devendo embarcar dentro de duas semanas. Antes da nova aventura no continente asiático, o treinador pretende ver o problema do seu clube resolvido. “Há interesse de ambas as partes e estou em crer que o negócio vai mesmo ser concretizado”, revelou com convicção.
OJOGO
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment