Destaques
....Em atualização

O ano de afirmação de Paulinho

Paulinho, lateral direito do Leixões Sport Club, tem sido um dos jogadores mais utilizados ao longo da temporada, o que é excelente para um jogador de 20 anos que está a realizar apenas a segunda época como sénior. Ausente frente ao Aves, devido a castigo, Paulinho está de novo disponível para entrar nas opções do técnico Horácio Gonçalves e diz ao leixoessc.pt que, na Trofa, o objectivo passa por somar os três pontos para que seja possível subir lugares na classificação. 

LSC – Esta época só falhou três jogos do Leixões (a recepção ao Covilhã, em Portimão e este com o Aves). Contava ser um dos jogadores mais utilizados da Equipa? 
Paulinho – Se me perguntasse em Julho que objectivos tinha para este ano, dir-lhe-ia que queria efectuar o maior número de jogos possível. Mas, na verdade, a temporada está a ultrapassar as minhas expectativas. Tanto com o mister Horácio como antes com o mister Litos tenho jogado com muita frequência, o que me deixa muito satisfeito, pois é sinal que estou a trabalhar bem. Na verdade só falhei três jogos da Liga Orangina esta época, dois por opção técnica e um por castigo, o que é muito bom para um jovem como eu. Resta-me continuar a trabalhar nos limites para que o treinador mantenha a aposta em mim, porque no futebol não há lugares cativos e é sempre preciso dar o máximo. 


Comparado com os últimos dois anos, sente-se outro jogador? 
Não me sinto outro jogador. Sinto é que tenho aprendido muito, em especial nestas duas épocas de sénior. O primeiro ano serviu como uma espécie de estágio, este pode-se considerar o da afirmação. Trabalhar diariamente com jogadores muito experientes, com técnicos de grande valor, é uma enorme mais valia para um jovem. Há que estar muito atento, ouvir muito bem todas as indicações e tentar colocá-las em prática no jogo. Resumidamente o que posso dizer é que quanto mais jogos faço, mais jogador me sinto. 

No último sábado seguiu o jogo do Aves da bancada (nos outros dois jogos que falhou esteve no banco como suplente não utilizado). Como viu a partida? 
Vi um jogo em que o Leixões tentou vencer do início ao fim e em que o Aves, a partir de certa altura, pensou mais no empate. Uma vez mais provámos que somos uma Equipa com muito valor, que luta sempre pelo triunfo. Nem sempre o conseguimos, mas os sócios têm consciência de que damos sempre o nosso máximo. Não é por acaso que temos sido aplaudidos no final de todos os jogos, mesmo quando perdemos. No sábado foi pena não termos ganho, porque tínhamos subido ao quarto lugar e, quem sabe, intrometer-nos em lutas que, inicialmente, não estavam previstas. Paciência. O nosso objectivo está alcançado e agora vamos tentar acabar com a melhor classificação que for possível. Há que continuar a trabalhar pois sábado temos mais um jogo que queremos vencer para subir mais na tabela. 

Na Trofa nunca é fácil jogar. O que espera do jogo? 
Espero as habituais dificuldades. O Trofense está a fazer uma série de bons resultados e vai querer dar-lhes sequência, mas nós também queremos regressar às vitórias e somar pontos para, como já referi, subir mais uns degraus na classificação. Acho que vai ser um bom jogo, porque as duas equipas vão lutar pela vitória, o que é sempre bom para o espectáculo. E como o Leixões é sempre acompanhado por muitos adeptos, nós queremos proporcionar-lhes uma bela tarde de futebol, que termine, se possível, com mais uma vitória nossa.
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment