Destaques
....Em atualização

Alabi quer continuar a marcar golos pelo Leixões

Créditos: zerozero.pt
Foi o último a chegar a Matosinhos e no seu segundo jogo com a camisola leixonense apontou o primeiro golo, logo do Estádio do Mar. Ao site oficial fala do momento do golo, do jogo com o Farense e do querer chegar à Primeira Liga com a camisola do Clube vestida.

Segundo jogo pelo Leixões, primeiro golo e logo na estreia no Estádio do Mar. Estava à espera que tudo corresse tão bem? 
Alabi – Trabalho sempre para que as coisas corram bem. Estou muito feliz não só pelo golo, mas essencialmente por ter ajudado a equipa a vencer. Foi muito bom para todos e é isso que um jogador pretende. No domingo merecemos a vitória. Estivemos melhor do que o adversário e o resultado foi justo. Espero que as coisas continuem assim. 
Marcou o golo decisivo. Melhor estreia perante os adeptos do Leixões era impossível… 
A – Como já disse, foi muito bom ter marcado. Mas acho que foi melhor para a equipa do que para mim. Vínhamos de uma fase menos boa e precisávamos de ganhar. Quanto ao golo em si, tento sempre ajudar lá à frente nas bolas paradas. É habitual fazer 3 ou 4 golos por época e espero que tenha sido apenas o primeiro, embora fundamental seja cumprir a minha função de defesa. Se conseguir isso e também conseguir marcar, melhor. Mas o meu objetivo passa por ajudar a equipa. 
Depois deste golo tem sido muito abordado pelos adeptos? O que lhe dizem? 
Sim, muitos têm vindo ter comigo. Nos restaurantes, na rua. Como sabe, ainda não domino o português, mas percebo perfeitamente que ficaram muito contentes. Não só pelo meu golo, mas porque o Leixões ganhou.  
Que objetivos tem para a temporada? 
Quero ajudar o Leixões a cumprir os objetivos a que se propõe. Sei que a manutenção é muito importante, mas se pudermos chegar mais acima na classificação, melhor ainda. A nível pessoal quero fazer o máximo de jogos possível. E quero melhorar. É sempre possível melhorar. Ainda me estou a adaptar ao futebol português e à Segunda Liga, que já percebi ser uma competição onde se luta muito em todos os jogos. Qualquer equipa pode ganhar à outra e isso é bom, porque aumenta a emoção. 
Chegou ao Leixões há pouco tempo. Que balanço pode fazer desta ainda curta estadia? 
Estou muito satisfeito com o que encontrei. Diziam-me que o Leixões era um grande clube e estou a confirmar isso. Tem muitos adeptos, que sofrem muito pelo Clube, e gosto muito das pessoas que estão no clube. Desde os treinadores aos meus colegas, passando pelos funcionários, todos têm sido muito simpáticos comigo, sempre preocupados se está tudo bem, se preciso de alguma coisa. Acho que um clube destes devia estar na Primeira Liga e gostava de jogar pelo Leixões na Primeira Liga. Adaptou-se bem a Matosinhos e a Portugal? 
Sim, é uma cidade muito agradável em que nada é longe. O estádio, os restaurantes, o shopping, tudo é perto, o que é bom pois dá para eu andar muito a pé e conhecer a cidade. E tem um peixe maravilhoso. Eu, que sou muçulmano, como muito peixe. E o peixe de Matosinhos é muito bom. Sempre que posso, é a minha escolha. 
Domingo, há jogo em Faro, no Algarve. O que espera deste encontro com o Farense? 
Sei muito pouco sobre o adversário, mas já me disseram que é forte e que em casa é uma equipa difícil. Mas o Leixões quer dar sequência à vitória com o União e ganhar. Sei que ainda não ganhámos fora de Matosinhos, mas acredito que vamos interromper essa série negativa. Acredito mesmo, porque a equipa está num bom momento e tem todas as hipóteses para conquistar os três pontos. Vamos trabalhar para isso para fecharmos o ano de 2014 da melhor maneira.
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment