Destaques
....Em atualização

Leixões segue na Taça depois de afastar Covilhã

Está realizado o jogo da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal depois do encontro diante do SC Covilhã ter sido adiado por acordo de ambos os emblemas. 
O velhinho Estádio Municipal José Santos Pinto, na Covilhã, recebeu o encontro da prova rainha e, face ao último encontro, apenas três alterações no onze inicial: entradas de Chastre, Nuno Silva e Moreira. 
E foi a equipa da casa que começou melhor tendo aos 2 minutos de jogo já tido duas oportunidades de golo na sequência de cantos. 
Depois de um melhor início da formação do SC Covilhã, o Leixões SC, na primeira investida na frente de ataque, colocou a formação vinda diretamente de Matosinhos em vantagem. Na sequência de um canto, Cadinha colocou os pupilos mais próximos da próxima eliminatória da Taça de Portugal. 
O Covilhã respondeu logo depois com um remate de Tiago Lopes quando estavam decorridos 14’. O Leixões viria a embater por duas vezes no guardião da casa. Aos 20’, por Cadinha, e aos 22’ por Mailo, Igor Araújo evitou por duas vezes o golo leixonense que ampliaria a vantagem. 
Depois de momentos de grande confusão no meio campo, Anderson foi expulso depois de ter visto por duas vezes o cartão amarelo, mas mesmo reduzido a 10 unidades, a equipa leixonense ampliou a vantagem por Mailo aos 35’ através de um potente remate em que ficam culpas para o guardião dos serranos. No minuto a seguir foi a vez do Covilhã apontar um golo reduzindo a vantagem. 
Aproveitando um cruzamento, Tiago Martins fez o 1-2 apesar de Chastre se esticar para tentar manter as redes invioláveis.
Até intervalo pouco mais houve a registar a não ser, em cima do intervalo, ter ficado uma grande penalidade na área da equipa da casa por assinalar com o técnico leixonense a protestar numa possível mão na bola. 
A vencer –e com jogo já no próximo domingo -, na segunda metade, o Leixões abrandou o ritmo o que fez com que as melhores oportunidades pertencessem à formação dos Leões da Serra. 
O Covilhã viria mesmo a enviar uma bola à barra da baliza defendida por Chastre (67’). Sempre que possível o Leixões tentava ampliar a vantagem (exemplo disso foi o remate de Tiago Lenho aos 80’ ainda que por cima da baliza) mas o resultado construído na primeira metade resistiu até ao final dos 90 minutos. 
A prova rainha do futebol português regressa no próximo dia 5 de janeiro, com a receção ao Estoril Praia da Liga Zon Sagres na 5.ª eliminatória da Taça de Portugal (AQUI). 
Já o campeonato da Liga2 Cabovisão, esse regressa no domingo com nova deslocação, desta vez, ao terreno do Tondela para a 19.ª jornada. 

Estádio Municipal José Santos Pinto, Covilhã 
Árbitro: Manuel Mota (AF Braga) 

Leixões SC: Chastre, Oto'o, Nuno Silva, Ze Pedro, Joao Pedro, Anderson, Cadinha (Tiago Lenho), Ruben Saldanha, Rui Coentrão (Materazzi), Moreira (João Novais) e Mailo 
Treinador: Pedro Correia
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 desabafos :

Carlos Silva disse...

Este querido Leixões é lixado. Em casa faz-nos sofrer com exibições decepcionantes. Fora, só nos dá alegrias. Tenho que deixar de ir ao Estádio do Mar e passar a ir ver os jogos :-)
Força Leixões

Anónimo disse...

Grande LEIXAS!
AMO-TE!!!!