Destaques
....Em atualização

Udo Nwoko é uma das figuras de Malta

Udochukwo Nwoko, avançado do Leixões, nasceu na Nigéria, mas tem nacionalidade maltesa. É uma das figuras da selecção, mas não pode jogar. Nwoko está desiludido e até um pouco arrependido de jogar... por Malta.
Quando o sorteio de apuramento para o Mundial 2010, na África do Sul, colocou Malta e Portugal no mesmo grupo, os olhos de Nwoko brilharam. Era a selecção que o avançado mais queria defrontar. Contudo, uma micro-rotura sofrida no estágio em Melgaço, atrasou a preparação da época. O jogador do Leixões já treina, mas ainda sente dores. Nwoko já conversou com Dusan Fitzel, seleccionador de Malta, e confirmou a baixa. Não joga hoje.
"Não estou em forma. É uma grande desilusão, das maiores da minha carreira. Queria muito participar neste jogo. Quando vi o sorteio, fiquei muito feliz e pensei logo nesta partida", afirmou Nwoko, ao JN. O segundo jogo, a 14 de Outubro de 2009, serve apenas de consolação.
Actualmente com 23 anos, Nwoko é natural de Lagos, capital da Nigéria, mas precisou de sair de África para tentar a sorte no mundo do futebol. Os caminhos da bola levaram-no até Malta com apenas 14 anos. Começou a jogar no Hibernians, mas foi no Xewkija Tigers que deu nas vistas ao marcar 17 golos em 15 jogos. A partir daqui, o avançado esteve em mais dois clubes e sempre com pontaria afinada. O convite da federação maltesa não demorou muito tempo, mas Nwoko ainda tinha o coração em casa.
"Convidaram-me muitas vezes, mas recusei sempre. Pensava na Nigéria mas, a dada altura, aceitei o convite e comecei a representar Malta", contou o jogador. De seguida, fez um desabafo curioso. "É difícil para mim. Tomei essa decisão e, às vezes, sinto-me arrependido. Mas não posso voltar atrás e vou continuar a jogar por Malta", prometeu o avançado que, em Matosinhos, deu nas vistas na época passada, ao marcar um golo ao Benfica em descontos e na primeira vez que tocou na bola, provocando o despedimento de Fernando Santos.
Nwoko confirmou a ideia de Carlos Queiroz. A selecção de Malta evoluiu e, a jogar em La Valletta, dificulta muito a tarefa dos adversários. O atacante recorda a vitória ante a Hungria e lança um alerta a Portugal: "Não vai ser fácil ganhar". De qualquer das formas, um empate era "muito bom". Quanto a jogadores, destaca o avançado do Coventry Michael Mifsud, um dos artilheiros.
E qual o objectivo de Malta no grupo? "Queremos estar no Mundial", diz Nwoko, sem rodeios. "Mas sabemos que é quase impossível", diz, entre sorrisos.
fonte: site JN
foto: site oficial LSC (arquivo)
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment