Destaques
....Em atualização

Pedro Correia - "Matematicamente ainda temos possibilidades"

FOTO:GlobalImagens
Técnico não atira a toalha ao chão enquanto for matematicamente possível (Arouca está a 1 ponto da subida mas há ainda dois encontros para serem disputados). Ao site oficial, Pedro Correia quer ver o sector destinado ao público visitante completamente lotado.

LSC – O resultado com o Sporting B não esteve de acordo com o previsto. O que aconteceu? 
Pedro Correia – Não estivemos ao nosso nível no início do jogo. Entrámos apáticos, na expectativa e, em termos defensivos, cometemos alguns erros que nos custaram muito caro. Corrigimos ainda na primeira parte e passámos a dominar o jogo por completo até ao fim, como se verifica pelo facto de termos tido 18 cantos a nosso favor. Infelizmente, o nosso adversário foi demasiado eficaz e concretizou as únicas oportunidades que criou, enquanto nós, pelo contrário, criámos variadíssimas ocasiões e não as concretizámos. Foi um resultado extremamente injusto que nos pode ter afastado do objectivo da subida. No entanto, este resultado não deslustra a brilhante época que estamos a fazer. Apesar de não termos tido sucesso, jogámos de acordo com a nossa identidade, tal como aconteceu em todos os jogos ao longo da época.
O sonho ficou mais distante mas ainda não se esfumou…
Matematicamente ainda temos possibilidades e, tal como obriga a rica história deste grande clube, vamos lutar até ao fim. A equipa já recuperou do deslize de quarta-feira e está ansiosa pelo jogo do próximo domingo, pois quer voltar a demonstrar a qualidade jogo que tem demonstrado, em especial nesta segunda volta do campeonato.

Mas, no final de uma época longa, como consegue motivar os jogadores? 
Num clube como o Leixões a motivação tem de estar sempre presente. Mesmo quando os objectivos principais ficam comprometidos há sempre outros para atingir. Por exemplo, queremos ser a defesa menos batida do campeonato, queremos ser a segunda equipa com menos derrotas, queremos ser a melhor equipa da segunda volta. Os nossos objectivos são sempre colectivos e no Leixões existem sempre objectivos. Trabalhamos todos os dias com o objectivo de ser melhores do que no dia anterior.

Como perspectiva o jogo com a Oliveirense? 
Vai ser mais um jogo extremamente difícil no relvado mais pequeno da Segunda Liga. O adversário é forte, tem bons jogadores, aposta muito nas bolas paradas e está a fazer um bom campeonato. Isto não invalida que o nosso objectivo seja, como sempre, o de lutar pela vitória. Será assim, seja em que altura do campeonato for e independentemente do momento da equipa. 

Na quarta-feira tivemos a melhor casa da época no Estádio do Mar. Espera que esse apoio se mantenha em Oliveira de Azeméis? 
Não tenho a menor dúvida de que será assim. Os nossos adeptos não são vulgares e não estão connosco apenas nos bons momentos. Tal como nós damos sempre tudo dentro do campo, eles nunca desistem de nos apoiar. É por isso que os nossos adeptos são únicos e maravilhosos. No domingo, espero ver o sector visitante do Estádio Carlos Osório esgotado.
Partilha no Google +

About Hugo M Alves

---.
    Blogger Comment
    Facebook Comment